Jandaia-verdadeira PDF Imprimir E-mail

Jandaia-verdadeira

Nome científico: Aratinga jandaya

  

Outras denominações: Cacaué, Nandaia, Queci-queci, Quijuba.

 

Ave pertencente à família dos psitacídeos.

 

Como todo psitacídeo, necessita de atenção. Não é um grande “falador”, mas aprende algumas palavras, sendo considerado um bom “assobiador”, aprendendo hinos e outras músicas. É animal extremamente curioso e brincalhão, sendo excelente “pet”. 

 

Tamanho: 30 cm

 

Peso: 130 g

 

Expectativa de vida: 30 anos

 

Características: A cabeça amarela e a região ventral do corpo têm tonalidade alaranjada, sendo as coxas, dorso e a parte superior das asas verde. Apresenta bico negro, em torno dos olhos (zona periocular) tem cor branca. As patas são cinza. Não existem características físicas que diferenciem machos e fêmeas (dimorfismo sexual).

 

Distribuição geográfica: Ocorre no Brasil, no sudeste do Pará, Maranhão e Pernambuco e leste de Goiás.

 

Habitat: Em orlas de floresta, mata secundárias, plantações de palmeiras (coqueiro, carnaúba), pastagens e campos cultivados. Vivem em pares e para dormir reúnem-se em bandos.

 

Alimentação: Frutos e sementes.

 

Reprodução: Ocorre de agosto a dezembro, em ocos de árvores ou em buracos feitos por pica-paus a pelo menos 15 metros do solo. Ovos arredondados, brancos e pequenos, com uma postura média de três ovos. São incubados principalmente pela fêmea que é alimentada pelo macho, durante um período de 24 a 26 dias de incubação. As crias são totalmente dependentes dos pais (altriciais), permanecendo cerca de dois meses no ninho.

 
, Powered by Joomla!; Joomla templates by SG web hosting